Analistas-Tributários atuaram na apreensão de drogas e mercadorias ilegais nos portos, aeroportos e fronteiras brasileiras nesta semana

Analistas-Tributários atuaram na apreensão de drogas e mercadorias ilegais nos portos, aeroportos e fronteiras brasileiras nesta semana

Analistas – Tributários da Receita Federal de Ponta Grossa (PR) atuaram na apreensão de R$ 400 mil em mercadorias vindas do Paraguai na região entre Irati e Prudentópolis neste domingo (16). O produto era transportado por passageiros de dois ônibus de turismo de Santa Catarina, uma Van com placa de Paranaguá e uma caminhonete de Curitiba. A maior parte da carga corresponde a bebidas e vestuário.

Na última terça-feira (18), em ação conjunta com o BPFron, os Analistas – Tributários atuaram na apreensão de 12 kg de substância análoga à maconha na BR-277, no posto da Polícia Rodoviária Federal de Céu Azul/PR. A ação ocorreu com a colaboração do agente canino da equipe k9 da Receita Federal.

No domingo (16), Analistas-Tributários atuaram na apreensão de 114 quilos de cocaína no Porto de Itajaí/SC. A ação contou com a participação da Polícia Federal. A droga foi localizada por meio de trabalho de análise de risco. Os servidores constataram a presença do entorpecente em sacolas dentro de uma carga de madeira, que teria como destino final o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

Analistas- Tributários da Receita Federal atuaram na apreensão de cocaína e joias que estavam presos ao corpo de passageiros no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos na sexta-feira, 14. Já no sábado, 15, os agentes do Fisco e da PF encontraram 60 mil comprimidos de ecstasy na bagagem de um casal que desembarcou de um voo de Lisboa (Portugal).

Nesta quinta-feira (20), Analistas-Tributários atuaram em operação conjunta da Receita Federal e o Batalhão de Polícia da Fronteira (BPFron) na retenção de cerca de 120 celulares na PR-495, próximo à Santa Helena/PR. Os celulares estavam dentro de bolsas nos bancos do carro e no bagageiro. Segundo o condutor, a mercadoria seria entregue em Toledo, de onde seguiriam para outras cidades através do comércio eletrônico. O valor estimado das mercadorias é de R$ 80 mil.

Deixe uma resposta