Inspetoria intensifica atuação de repressão em Jaguarão


A Inspetoria da Receita Federal (IRF) de Jaguarão, desde o início de junho, vêm ampliando as atividades de vigilância e repressão em sua área de jurisdição, tanto em zona secundária quanto em zona primária. Em uma das abordagens feitas na Ponte Internacional, no Plantão Aduaneiro, foram apreendidas 109 garrafas de bebidas que estavam ocultas e disfarçadas no interior de um veículo, numa tentativa de ludibriar a fiscalização.

Logo a seguir, em operação de apoio à Polícia Federal, no posto da Polícia Rodoviária Federa(PRF)l em Arroio Grande, foram retidas diversas mercadorias que estavam em posse de uma passageira de ônibus de linha da região. Entre as mercadorias, a viajante possuia 5 aparelhos de som automotivo, que alegou ter comprado para uso próprio.

Em outra operação,também em zona primária, foi abordado um veículo trazendo 3 rifles de pressão e 3 lunetas. Ao ser interrogado, o condutor do veículo, uruguaio, confessou trazer a mercadoria para o real adquirente, brasileiro, que possuía uma série de ocorrências em sua ficha criminal, conforme foi informado, posteriormente, pela Brigada Militar.

Nos finais de semana, tem sido registrado um grande movimento de turistas na região.

Isso se deve, sem dúvida, à grande demanda por compras nos free shops uruguaios de Rio Branco, que vendem desde confecções a aparelhos de ar condicionado tipo spit, incluindo-se ainda bebidas(vinhos, uísques, champagne, espumantes, energéticos,etc), maquinas fotográficas, material de informática e acessórios para veículos.

Conforme a Inspetora de Jaguarão, Priscilla Ferreira de Souza, “há grande quantidade de ônibus nacionais, que ficam aguardando, do lado brasileiro, os passageiros conhecidos como “formigas”, passarem e retornarem com suas compras pela ponte, de táxi ou a pé”. O movimento se intensifica cada final de semana, disse Priscilla.

Num mesmo domingo foram apreendidas mais de 87 caixas de chocolate, acondicionadas em duas malas, na rodoviária local, trazidas por uma viajante que já havia sofrido retenção de mercadoria no mesmo dia por trazer cerca de 42 caixas do mesmo produto. Em outra apreensão, dias depois, foi abordado um viajante que trazia 37 pneus usados, oriundos do exterior. O autuado teve o veículo e as mercadorias apreendidos, sendo encaminhado à Polícia Federal para registro de ocorrência por crime ambiental e contrabando de mercadorias.