Sindireceita visita bases no Rio Grande do Sul

 

Representantes do Sindireceita, nesta última semana, visitaram algumas Delegacias Sindicais e pontos de fronteira com o objetivo de coletar informações e informar aos colegas sobre os pleitos da categoria.

O presidente do CNRE e do CEDS/RS, Gerônimo Sartori, o diretor da DEN e delegado sindical de Rio Grande/RS, Hugo Leonardo Braga e a delegada sindical de Pelotas/RS e secretária-geral do CEDS/RS, Maria Cristina Gonçalves, fizeram assembleias em Santana do Livramento/RS, Bagé/RS, Aceguá/RS, Pelotas/RS e Rio Grande/RS.

Segundo os representantes do Sindireceita, em todas as localidades a falta de pessoal é evidente, Nas localidades de fronteira, o plantão encerra-se às 20h e não tem Analistas-Tributários trabalhando à noite, ou seja, a fronteira fica sem a presença do Estado.

Assembleia em Santana do Livramento/RS

Assembleia em Santana do Livramento/RS

Com participação expressiva dos filiados e dos Analistas-Tributários recém-empossados, a assembleia foi aberta pelo delegado sindical Luis Roberto, que agradeceu a presença de todos.

Na oportunidade, o delegado mostrou preocupação com falta de Analistas-Tributários e com a indefinição das atribuições que “emperra” a RFB de prestar um bom serviço ao contribuinte. Sobre o assunto, um dos presentes narrou que, em um único dia de feriado, um ATRFB sozinho atendeu e liberou cerca de 1.500 DBA’s, mostrando que, apesar da falta de pessoal e de estrutura, a categoria tem compromisso com o Brasil.

Outros assuntos também foram abordados durante a assembleia. Na ocasião, os representantes do Sindireceita esclareceram as dúvidas dos Analistas-Tributários quanto ao novo Regime de previdência, carta fiança, ações judiciais, Porte de arma e Indenização de fronteira.

Assembleia em Bagé/RS

Assembleia em Bagé/RS

Em Bagé/RS, o Sindireceita respondeu a diversos questionamentos e, na oportunidade, a delegada sindical de Pelotas/RS, Maria Cristina, ressaltou a importância da participação de todos e destacou que o sindicato é a forma mais segura da categoria ter os pleitos defendidos. “Temos que trabalhar unidos e com foco. Muitas categorias gostariam de chegar onde estamos e outras gastam seus recursos para que o cargo de Analista-Tributário não seja reconhecido”, disse.

O questionamento recorrente nas assembleias foi a situação preocupante da Assefaz e o alto custo do plano de saúde. Os representantes do Sindireceita ressaltaram, inclusive, que alguns dos colegas afirmaram ter problemas de atendimento.

Assembleia em Aceguá/RS

Assembleia em Aceguá/RS

Na assembleia em Aceguá/RS, fronteira com o Uruguai, a preocupação principal dos Analistas-Tributários, segundo os representantes do Sindireceita, é a aprovação da Indenização de Fronteira e as atribuições definidas em Lei para o cargo de ATRFB, dando condições de trabalho para quem atua sozinho nessas localidades. A falta de pessoal e de estrutura também foi mencionada como entraves para a fixação de Analistas-Tributários nas fronteiras. O diretor do Sindireceita, Hugo Leonardo Braga, comentou que o Sindicato está trabalhando com afinco para que os excedentes do último concurso sejam chamados o mais rápido possível.

Assembleia em Rio Grande/RS

Assembleia em Rio Grande/RS

Na assembleia de Rio Grande/RS, presidente do CEDS/RS e do CNRE, Gerônimo Sartori, tirou dúvidas dos presentes e esclareceu diversos questionamentos.

A preocupação com o funcionamento do Porto 24h e a falta de Analista-Tributário para trabalhar em plantões, foram alguns dos assuntos tratados.

O delegado sindical do Rio Grande/RS, Hugo Leonardo Braga, agradeceu a visita e disse que é importante a diretoria do Sindicato estar sempre perto da base, levando os anseios da categoria para os fóruns e discussões dentro do Sindireceita.

Assembleia em Pelotas/RS

Assembleia em Pelotas/RS

A delegada sindical de Pelotas/RS, Maria Cristina Gonçalves, abriu a reunião agradecendo a presença dos colegas do Sindireceita Gerônimo Sartori e Hugo Braga que, na ocasião, discorreram sobre as últimas notícias dos pleitos da categoria e sobre as ações judiciais.

Segundo o diretor do Sindireceita, Hugo Braga, foi recebida com preocupação as dúvidas sobre a Assefaz. O fechamento da Gerência Local e as dificuldades dos aposentados para entregarem solicitações foram alguns dos temas abordados.

Na oportunidade, Gerônimo Sartori destacou que a categoria deve manter-se em alerta, trabalhando unida e com afinco para o reconhecimento do cargo.