Diretor do Sindireceita apresenta resultados da campanha “Aduana 24 horas” e do projeto “Fronteiras

 

Moisés Hoyos reforçou a relação direta entre a atuação do Sindireceita, que mostrou ao País os graves problemas da Aduana, e a mobilização que resultou no lançamento, pela Presidência da República, do Plano Estratégico de Fronteiras

Moisés Hoyos reforçou a relação direta entre a atuação do Sindireceita, que mostrou ao País os graves problemas da Aduana, e a mobilização que resultou no lançamento, pela Presidência da República, do Plano Estratégico de Fronteiras

O diretor de Assuntos Aduaneiros do Sindireceita, Moisés Hoyos, apresentou na última sexta-feira, dia 3, durante o primeiro dia da LVIII Reunião Ordinária Conselho Nacional de Representantes Estaduais (CNRE) o resultado das campanhas “Fronteiras Abertas” e “Aduana 24 horas” e destacou as novas ações que serão implementadas. O diretor fez um resgate de todo o trabalho realizado desde a produção do livro “Fronteiras Abertas”, em 2010, e a repercussão da obra na mídia nacional. Ele ressaltou a atuação pioneira da entidade que com o projeto pautou o tema fragilidade no controle de fronteiras na mídia, no Congresso Nacional e em setores do governo.

Moisés Hoyos reforçou a relação direta entre a atuação do Sindireceita, que mostrou ao País os graves problemas da Aduana, e a mobilização que resultou no lançamento, pela Presidência da República, do Plano Estratégico de Fronteiras. “Tivemos um papel importante nesse processo. Com nossa ação mostramos para a sociedade a relação que existe entre a fragilidade no controle de fronteiras e a violência que atinge nosso País”, disse. O diretor do Sindireceita lembrou ainda que entre os pontos estruturantes do Plano Estratégico de Fronteiras está a proposta que cria o adicional de fronteiras, que tramita hoje na Câmara dos Deputados como Projeto de Lei 4264/2012. “Atuamos para que esse projeto chegasse ao Congresso. Ao longo do ano passado fizemos, em conjunto, com a FENAPEF e FENAPRF uma mobilização pela aprovação da proposta. Esse trabalho será intensificado este ano”, disse.

Além do livro e do documentário, Moisés Hoyos, reforçou a importância da utilização das informações produzidas com os projetos que tem, inclusive, apoiado as ações institucionais do Sindireceita. Ele citou a produção e divulgação dos vídeos institucionais que foram exibidos em emissoras de TV que destacam a importância da modernização da Aduana e a participação dos Analistas-Tributários nas ações de fiscalização, controle e repressão. “Essas iniciativas visam também reforçar a importância do trabalho do Analista-Tributário na Receita Federal”, disse.

 O diretor do Sindireceita lembrou ainda a atuação da categoria em favor da aprovação do Projeto de Lei 4264/2012, que cira o adicional de fronteira.  “Atuamos para que esse projeto chegasse ao Congresso. Ao longo do ano passado fizemos, em conjunto, com a FENAPEF e FENAPRF uma mobilização pela aprovação da proposta. Esse trabalho será intensificado este ano”, disse.

O diretor do Sindireceita lembrou ainda a atuação da categoria em favor da aprovação do Projeto de Lei 4264/2012, que cira o adicional de fronteira. “Atuamos para que esse projeto chegasse ao Congresso. Ao longo do ano passado fizemos, em conjunto, com a FENAPEF e FENAPRF uma mobilização pela aprovação da proposta. Esse trabalho será intensificado este ano”, disse.

O diretor de Assuntos Aduaneiros destacou ainda que está em fase final de produção o relatório dos trabalhos apresentados na 2ª Plenária Aduaneira, promovida pela Diretoria Executiva Nacional (DEN) e pelo Conselho Nacional de Representantes Estaduais (CNRE) do Sindireceita. “Estamos finalizando o relatório e esperamos apresentar o texto até o final de junho. Levantamos os problemas que ocorrem na Aduana, os entraves na legislação e, principalmente, as propostas de mudanças. Vamos destacar ainda a posição da Organização Mundial da Aduana (OMA) sobre a modernização do setor. É um trabalho extenso que contou com a contribuição de Analistas-Tributários que atuam nos portos, aeroportos, portos secos, fronteira e demais unidades aduaneiras”, disse.

Produtos

Além do livro “Fronteiras Abertas”, o Sindireceita lançou o Documentário “Fronteiras Abertas”, os quatros vídeos institucionais da Aduana exibidos na campanha da TV, o vídeo do Oiapoque, a cartilha Compras no Exterior, o vídeo e o folder das Atribuições e todo o material de divulgação da campanha “Aduana 24 horas” e a produção de boletins especiais sobre a Aduana 24 horas, encaminhado por meio eletrônico aos delegados sindicais.

Todos esses materiais estão disponíveis e podem ser requisitados pelos delegados sindicais e Analistas-Tributários filiados. Os interessados podem solicitar cópias dos vídeos “Atribuições”, “Oiapoque” e “Vídeo Case Fronteiras Abertas”, folders “Atribuições” e “Aduana 24 horas”, exemplares do livro e DVD “Fronteiras Abertas” pelo endereço eletrônico aduana@sindireceita.org.br. No caso das solicitações das camisetas as instruções serão repassadas nessa semana aos Delegados Sindicais que tenham interesse.